Guerra se machuca após carrinho e sai mais cedo de treino do Palmeiras
Guerra se machuca após carrinho e sai mais cedo de treino do Palmeiras

Meia venezuelano será avaliado pelo departamento médico

Um carrinho lateral dado por Mina fez com que Guerra tivesse que deixar o treino do Palmeiras na na Academia de Futebol, na tarde desta terça-feira, dois dias antes da partida contra a Ponte Preta. Ele saiu de campo acompanhado pelo médico Gustavo Magliocca e será avaliado.

O lance ocorreu durante uma atividade em espaço reduzido. Quando o meia venezuelano arrancou em velocidade com a bola dominada, o zagueiro colombiano esticou a perna e o derrubou. Na queda, ele machucou o ombro direito e imediatamente pediu atendimento.

Os demais jogadores chegaram a se assustar, mas Guerra se levantou e deixou o campo aparentemente sem maiores problemas. De qualquer modo, ele passará por exame.

Atualmente, o meia não é titular da equipe. Ele havia perdido espaço sob comando de Cuca e, no último domingo, no primeiro jogo com Alberto Valentim como técnico interino, ficou fora da relação por problemas particulares.

Já Mina está próximo de retornar. O colombiano não atua desde 9 de agosto, quando quebrou um dos ossos do pé esquerdo no duelo com o Barcelona de Guayaquil. O treino desta terça-feira foi o seu segundo com o elenco.

É possível que, se não for relacionado para o jogo desta quinta-feira (contra a Ponte Preta, no Pacaembu), ele talvez já viaje a Porto Alegre para a partida de domingo, diante do Grêmio.

Quem também participou do trabalho normalmente foi Jean. Opção para a lateral direita ou como volante, ele foi desfalque nas últimas duas partidas devido a um desgaste crônico no joelho direito.