Os torcedores do Boca Juniors tiveram uma péssima notícia nesta quarta-feira. Após a equipe pedir a redução da suspensão do volante Nahitán Nandez, a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) negou a requisição.

Isso significa que o uruguaio está fora das três primeiras partidas da fase de grupos da Libertadores 2018.

Nandez foi suspenso foi cinco partidas pela entidade que rege o futebol sul-americano devido à briga ocorrida na partida entre Peñarol e Palmeiras, na Libertadores do ano passado – à época, o meio-campista defendia o clube aurinegro.

Ele cumpriu duas partidas na edição passada do torneio continental.

O Boca argumentou que a Conmebol reduziu a sanção ao volante palmeirense Felipe Melo, outro envolvido na confusão em Montevidéu. No entanto, o órgão não deu ouvidos à apelação e manteve a punição ao atleta.

O meio-campista chegou ao Boca Juniors em agosto do ano passado, por cerca de R$ 14 milhões e é titular absoluto do técnico Guillermo Barros Schelotto.

Na atual temporada, ele tem três gols e uma assistência em 15 jogos.

Como a suspensão foi mantida, porém, ele ficará de fora das três primeiras partidas dos argentinos na Libertadores: Alianza Lima (fora, 1º de março), time indefinido (em casa, 4 de abril) e Palmeiras (fora, 11 de abril).

5349 visitas – Fonte: ESPN