Verdão recebe Santos no Pacaembu por vaga na semi do Paulista; confira números
Verdão recebe Santos no Pacaembu por vaga na semi do Paulista; confira números

 

O Palmeiras enfrentará o Santos pelas semifinais do Campeonato Paulista (jogo de volta), nesta terça-feira (27), às 20h30 (de Brasília), no Pacaembu, com vantagem na briga por uma vaga na final, já que venceu o duelo anterior pela contagem de 1 a 0. Desta vez com o mando a seu favor, o Verdão irá encontrar o Santos pela 331ª vez: a história registra atualmente 139 vitórias palmeirenses, 86 empates e 105 triunfos santistas – o Verdão marcou 554 gols e sofreu 468.

Se computadas apenas partidas válidas pelo Campeonato Paulista, o Palmeiras também leva vantagem. São 92 vitórias alviverdes contra 53 alvinegras, além de outros 43 empates em um total de 188 jogos. A equipe esmeraldina anotou 340 tentos e foi vazada em 252 ocasiões.

O Clássico da Saudade, como é chamado, é um dos mais antigos do Brasil, pois teve início em de 1915, portanto, no primeiro ano de existência do Palmeiras, fundado em 1914 com o nome de Palestra Italia. Ao longo da história, as equipes travaram duelos marcantes. Dentre os principais, está a goleada por 8 a 0 aplicada pelo então Palestra Italia em 1932 (este é o placar mais elástico estabelecido no confronto em todos os tempos).

Além disso, o Maior Campeão do Brasil coleciona feitos memoráveis em jogos contra o Santos, como os títulos dos Paulistas de 1927, 1947, 1959 (por 2 a 1 de virada, com Pelé em campo) e 1996 (por 2 a 0, sendo que nesta mesma campanha vitoriosa já havia goleado o rival anteriormente por 6 a 0 em plena Vila Belmiro), além da conquista da Copa do Brasil de 2015, em disputa por penalidades, com gol de Fernando Prass, e dos Torneios Inícios de 1927 e 1942.

Palco do duelo desta terça-feira (27), o Pacaembu pode ser considerado uma espécie de segunda casa do Palmeiras, pois o Verdão, inclusive, disputou a partida inaugural do estádio, em 28 de abril de 1940, contra o Coritiba (vitória por 6 a 2). Ao todo, o time entrou em campo no estádio municipal de São Paulo por 1119 vezes, com 569 vitórias, 301 empates e 249 derrotas (2042 gols marcados e 1310 sofridos).

Vale lembrar que o Alviverde vem protagonizando uma campanha excepcional no Paulistão: de forma isolada, é o dono do melhor ataque do Estadual (28 gols), da defesa menos vazada (oito gols sofridos) e possui o artilheiro isolado da competição (Borja, com seis gols). O grupo de Roger Machado também conta com o garçom do Campeonato Paulista (Lucas Lima, com seis assistências), com o melhor desarmador do certame (Marcos Rocha, responsável por 45 interceptações) e com o atleta mais caçado do torneio (Dudu, com 42 faltas sofridas).

Fonte: Site Oficial