Foto: Felipe Zito

A reapresentação do Palmeiras será somente na próxima segunda-feira, dia 25 de junho. Mas a equipe já sabe que tem pontos a evoluir para chegar em alta para a fase decisiva do Campeonato Brasileiro, da Libertadores e da Copa do Brasil.

Uma das principais críticas ao Verdão é a irregularidade. Depois de 12 rodadas, o time acumulou vitórias expressivas e tropeços inesperados, o que o impediu de se aproximar das primeiras colocações do Brasileirão – os palmeirenses estão na sexta posição, com 19 pontos, oito atrás do líder Flamengo.

O assunto é realidade entre atletas e também na comissão técnica. Após o empate contra o Flamengo, na última rodada antes da paralisação no calendário brasileiro por causa da Copa, Roger Machado afirmou que ainda busca um equilíbrio para a formação palmeirense.

– Os momentos de instabilidade vão existir sempre. Um mês se caracteriza de um time, outro mês um time ascende e o outro diminui de ritmo, natural de uma temporada longa. O que a gente procura sempre é regularidade. Não vejo questão emocional envolvida. Posso citar questão da eficiência nesses momentos, a tomada de decisão, escolher o melhor passe, o melhor gesto para efetuar uma finalização. A maturidade de um grupo vai se formando nesses momentos. O que a gente quer é encontrar esse equilíbrio – avaliou o treinador do Verdão.

– Nos últimos quatro jogos, duas vitórias e dois empates. Dos adversários que estão na nossa frente hoje, nós vencemos, com exceção do jogo de hoje (contra o Flamengo). Há o que corrigir, não tenha dúvida. Precisamos encontrar esse equilíbrio, sim. Porém, acredito que estamos fazendo grandes jogos. Em alguns momentos a gente perde o controle do jogo, e os adversários acabam se beneficiando desse momento – completou.