Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, revelou nesta segunda-feira (04), que alguns jogadores do atual elenco receberam propostas para deixar o clube, mas segundo ele, o Verdão não intenção de se desfazer dos atletas.

“Nosso objetivo é segurar os nossos maiores talentos. Nosso grupo tem grandes nomes, o objetivo é segurar os jogadores até o final da temporada, na sequência da Libertadores, da Copa do Brasil e do Brasileiro. Mas tem fatores que a gente não consegue controlar. Se, talvez, tiver propostas irrecusáveis, nós temos de avaliar”, disse ele ao Sportv.

Apesar de querer alguns, Tchê Tchê está praticamente certo com o Dínamo de Kiev, da Ucrânia, o Alviverde deve receber cerca de 4,8 milhões de euros (R$ 20,5 milhões) pelo volante.

Outro também que pode deixar o Palestra é Keno, recentemente ele estendeu seu contrato com o Verdão até 2021, mas o Al-Nassr voltou á se interessar no atacante.

“Temos propostas. Tem a situação do Tchê Tchê, praticamente definida. Tem outros atletas também com propostas. Temos de avaliar de avaliar, ponderar e estudar para fazer o melhor para todos”, revelou.

Por fim, Galiotte comentou sobre a situação de Roger Guedes, ele está emprestado ao Atlético-MG até dezembro deste ano, mas desperta o interesse de muitos clubes, principalmente o Al Wehda, que quer levar o atleticano.

“Tem uma outra situação, que não envolve apenas o Atlético-MG, mas também um clube do exterior. Temos de estudar. Tem mais de dois clubes envolvidos, é uma situação que precisa entender os valores, as situações. Hoje ele não está jogando no Palmeiras. Vamos entender, se for favorável para todos, nós vamos fazer”, finalizou.