Foto: Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

O jogador Gustavo Scarpa conseguiu por meio de uma decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST), habeas corpus para rescindir indiretamente o contrato com o Fluminense. Com a decisão, o atleta está livre para negociar com o Palmeiras. O clube ainda deve ao jogador R$735 mil.

Em recente decisão da Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro, o jogador foi impedido de se desvincular do Fluminense e obrigado a se apresentar para o trabalho no clube inadimplente. O advogado Mauricio Corrêa da Veiga, defensor do atleta, detalha que obrigar uma pessoa a trabalhar para um empregador contra a sua vontade se trata de uma violência psicológica.

Corrêa da Veiga ainda detalha que a dívida de R$735 mil é a somatória dos atrasos no  FGTS dos meses de junho a novembro de 2017, direitos de imagem dos meses de agosto a novembro de 2017, o salário de 13º de 2016, férias e o salário de novembro de 2017 de quase 135 mil reais. Além disso, o clube também  deve os salários de R$ 84 mil mensais do jogador de março a outubro de 2017.

Fonte: Antonio Timóteo, do site Correio Braziliense