Crédito: Cesar Greco/Agência Palmeiras

Após rescindir amigavelmente o contrato de Rafael Lima, que foi jogar no Coritiba, o América-MG esteve perto de contratar o zagueiro Emerson Santos, do Palmeiras. Porém, o dirigente diz que o empresário do atleta, Jailton Oliveira, sumiu com o atleta quando o acordo estava encaminhado e o Coelho desistiu do negócio.

O América tinha interesse no Emerson Santos, fizemos contato com o jogador que trabalhou com o nosso auxiliar Felipe (Conceição) no Botafogo. Fizemos o contato com o Palmeiras, acertamos as condições, e o empresário dele não quis que ele viesse para o América, fez um rolo danado, sumiu com o jogador, não queria assinar. O América perdeu o interesse“, detonou Marcus Salum, presidente do Conselho de Administração do Coelho, entrevista à Rádio Itatiaia.

Com o América-MG fora do paréo, Emerson Santos possui acordo para defender o Internacional até o fim desta temporada. Salum, no entanto, lamentou que o ‘sumiço’ de atleta quando já havia um acerto tenha acontecido pela segunda vez.

Se quiser ir para o Internacional, ele vai. Não vou trazer um jogador que o empresário não quer, e o jogador também não quer. O Emerson era um jogador que iria contribuir muito, mas dentro do limite que a gente pode fazer. Não posso obrigar ninguém a querer vir jogar aqui. É a segunda vez, aconteceu com o Luiz Antônio (ex-Chapecoense), e agora aconteceu com ele. O Luiz Antônio tinha até contrato. Se demonstrou insegurança, pode ir embora. Logicamente, vai ter uma reposição do mesmo nível, estamos atrás“, lamentou.

Revelado pelo Botafogo, Emerson Santos acertou pré-contrato com o Palmeiras em agosto do ano passado e se apresentou ao clube em janeiro. Porém, ele não conseguiu muitas chances devido a concorrência pesada de Antônio Carlos, Edu Dracena, Luan e Thiago Martins e deixará o Verdão rumo ao clube gaúcho com apenas quatro jogos disputados.

Fonte: Torcedores.com