Crédito: Cesar Greco/ Fotoarena

O poder financeiro do Palmeiras pode aumentar ainda mais na próxima temporada. Com a vitória de Maurício Galiotte nas eleições de sábado, o patrocínio da Crefisa, que tem Leila Pereira como aliada da situação no clube, seguirá pelos próximos três anos. Porém, isso não impede que o Palmeiras receba um novo investimento no próximo ano.

Durante o FOX Sports Rádio desta segunda, o presidente do clube disse que se reunirá com os investidores da Black Star, empresa que apresentou uma carta de autenticidade, esta apresentada pela oposição, comandada por Genaro Marino, um dia antes das eleições. Mesmo partindo ‘do outro lado’ do clube, o atual presidente confirmou que tentará uma aliança com o novo patrocinador, que pode injetar R$ 200 milhões em dois anos no clube. A informação foi trazida por Benjamin Back, apresentador do programa, na última semana.

“Eu diria o seguinte, coincidentemente, essa carta de intenções chegou um dia antes da eleição. Eu como presidente fico muito contente com essa carta. É um reconhecimento ao nosso trabalho, a força da nossa marca. Vamos estudar, vamos chamar os responsáveis, convido o Genaro Marino a estar presente. Queremos saber tudo sobre a empresa, informei a Crefisa sobre a proposta e eles estão abertos a ouvirem tudo o que podem responder. O mercado enxergar o Palmeiras, de tantas dificuldades de encontrar patrocínios, nos sermos procurados mais uma vez. Vamos dar sequência a isso com muito carinho na próxima semana”, explicou o presidente do Palmeiras.

Com isso, o Palmeiras poderá ter um patrocínio somado entre Crefisa e Black Star para os próximos anos. Porém, tudo isso ainda dependerá de uma reunião envolvendo a diretoria do Alviverde e os investidores.

Fonte: FOX