Foto: Globo Esporte

Detalhes separam o RB Leipzig de contratar Luan Cândido, maior promessa da base do Palmeiras desde Gabriel Jesus. Nesta sexta-feira, o próprio lateral-esquerdo admitiu aos mais próximos que aceitou a oferta do clube alemão, terceiro colocado na Bundesliga.

O Palmeiras, dono de 70% dos direitos econômicos de Luan Cândido, também gostou da oferta de € 10 milhões (R$ 43,5 milhões) feita pelo RB Leipzig. Antes de bater o martelo, porém, o Verdão tenta ficar com uma parte maior dessa quantia, negociando diretamente com os proprietários dos outros 30%.

Responsável pela negociação, o diretor-executivo de futebol alviverde, Alexandre Mattos, também exigiu 15% do valor de uma venda futura do lateral, apostando no sucesso do garoto de apenas 18 anos de idade no futebol europeu. Além do RB Leipzig, Luan também está na mira de Barcelona, Juventus e Manchester City.

Pesam a favor do time alemão dois pontos. O primeiro é a disposição de bancar a maior parte dos € 10 milhões à vista. Seriam cerca de € 7 milhões até a transferência do titular da seleção brasileira sub-20 e outros € 3 milhões parcelados. Os outros grandes interessados pretendem dividir o pagamento em anos, até porque não enxergam Luan Cândido pronto para jogar no time de cima logo.

É aí que surge o segundo ponto: O RB Leipzig conseguiu convencer Luan Cândido e seu empresário com a promessa de figurar em pouco tempo entre os profissionais. No Barcelona, por exemplo, o lateral precisaria se integrar ao time sub-20 e possivelmente ao Barcelona B ou ser emprestado a outros clubes antes de sonhar em se juntar a Messi e companhia.

Apesar de extremamente badalado pelo mercado internacional, Luan Cândido sabe que não jogará na equipe de cima do Palmeiras pela falta de vontade de Felipão em dar espaço para a base. O Verdão também passa por um momento complicado com seu fluxo de caixa e depende da venda para não correr o risco de atrasar pagamentos.

Fonte: Jorge Nicola/Yahoo